entenda porquê uma respiração profunda pode salvar você.

As pessoas talvez ainda não tenham prestado atenção, mas uma respiração profunda por 4 ou 5 vezes seguidamente elimina o stress, e isso é explicado clínica e cientificamente. Uma respiração profunda feita seguidamente faz com que haja uma mudança na dinâmica do coração.

Atualmente na cardiologia existe uma área de estudo do coração chamada de neuro cardiologia, há alguns anos atrás descobriram que o coração possui um cérebro. Pois é, é isso mesmo, o seu coração possui um cérebro, fascinante isso não é mesmo? Um núcleo nervoso é determinado por 40.000 ou mais neurônios. Logo acima do coração existe um núcleo nervoso, chamado de cardio cérebro ou cérebro cardíaco, que está conectado com o sistema límbico.

Olha que interessante o poder que o coração tem. Quando é realizado exame para se registrar o eletrocardiograma, é possível registrar esse eletrocardiograma em qualquer parte do seu corpo, no dedão do pé, no dedo das mãos, enfim, em qualquer lugar. Mas quando desejamos registrar o eletroencefalograma, este só é possível se os eletrodos forem colocados diretamente no crânio, na cabeça. Isso porque a intensidade elétrica cardíaca é 100 vezes maior do que a intensidade elétrica cerebral, um é medido em microvolt e o outro medido em milivolt, são 100 vezes a diferença.

Quando o coração pulsa, todas as células do nosso corpo respondem a essa pulsação, é algo mágico, divino. A energia eletromagnética de um coração batendo chega a 3 metros, olha que interessante, chega a 3 metros. Ou seja, se estivermos a 6 metros de uma pessoa, sendo três metros uma e três metros a outra, o coração de ambos estará fluindo no coração do outro. Por esta razão muitas vezes chegamos num determinado local, e sentimos uma sensação estranha no ambiente, ou seja, o existe uma incoerência cardíaca do coração. É a ciência comprovando o que as práticas milenares como yoga, ayurveda já falavam a milênios.

Quem primeiro descobriu esse fenômeno foram os obstetras, eles descobriram que quando um feto está em sofrimento, a frequência cardíaca do feto fica fixa, e o parto deve ser feito de imediato senão o feto morre, isso é chamado de sofrimento fetal. Na cardiologia isso é utilizado para se saber se um paciente ao entrar na unidade coronária devido a um infarto irá sobreviver ou não, caso a frequência cardíaca deste paciente se mantenha fixa, os estudos comprovaram que este paciente irá morrer na unidade coronária por conta da perda da frequência cardíaca fixa, pois o coração perdeu a variabilidade cardíaca.

Um indivíduo é mais jovem que outro biologicamente falando, se a variabilidade cardíaca deste individuo for maior. Com o passar dos anos, a cada 10 anos a variabilidade cardíaca diminui em 10%, o coração vai ficando num batimento fixo, mas não é apenas a variabilidade cardíaca que é importante, mas também a coerência dessa variabilidade cardíaca. É por esta razão que quando é realizado uma respiração profunda se consegue restabelecer essa coerência cardíaca.

Por esta razão que uma prática respiratória contribui para se viver mais, ou seja a yoga estava correta ao se incentivar as práticas respiratórias.

Uma respiração profunda pode salvar a sua vida.