Água

A água um nutriente pouco conhecido - Seus benefícios e riscos à saúde, ela pode ser um agente terapêutico, mas pode promover danos graves a sua saúde

Pode parecer algo simples, mas a água mesmo sendo um nutriente conhecido, muitos desconhecem os riscos que uma água inadequada pode ocasionar, desde osteoporose, predisposição a doenças devido a acidificação do sangue e desmineralização dos ossos. Serão abordados desde aspectos essenciais, como também dicas para uma escolha adequada da água a se tomar, o que evitar e como tornar em sua própria casa uma água impropria para o corpo em uma água alcalina e ionizada com tudo que seu corpo precisa para promover saúde, prevenção e tratamento de doenças.

A água é o nutriente mais abundante no corpo humano, para se ter uma ideia, 80% do peso corporal de um recém-nascido é constituído de água, já uma pessoa idosa 60% do peso é constituído por água, ou seja, a medida que envelhecemos vamos desidratando, uma das consequências para o aparecimento de rugas, é esse processo de desidratação.

Nosso cérebro 70% é água, nosso sangue, este, mais de 90% é água. Fazendo uma pequena analogia, podemos entender que nosso corpo humano é um aquário, a água desse aquário é representada pelo sangue, e as nossas células os peixes que estão vivendo nesse aquário. Então aqui já começamos a entender a importância de cuidarmos do nosso sangue, dessa nossa água corporal.

Mais de 70% do nosso corpo é água, em algum momento de sua vida, você já ouviu algum médico conversando contigo sobre água? Muitos vão dizer que isso não tem importância, como não tem importância, se mais de 70% do nosso peso corporal é água? Mas o médico em geral não sabe nada sobre água, nem mesmo sobre nutrição, que também tem a ver com água, afinal a água é um nutriente. Um médico em seis anos de medicina não tem sequer uma única aula sobre água, e em seus seis anos na faculdade de medicina, um profissional estudou no máximo 7 horas sobre nutrição. Por esta razão ele só aprende a tratar sintomas com remédios, mas lembrem-se, remédios tratam apenas sintomatologia, ele apenas remedia não cura nada. Nem mesmo os nutricionistas abordam o tema água, eles abordam diversos pontos como calorias, imc, o que comer, mas ninguém aborda sobre água, todos se resumem a informar que se deve ingerir até 2 litros de água por dia, e que toda água é igual. Só que esta informação não está correta. Como veremos a seguir.

Tudo que bebemos ou comemos acaba indo para o nosso sangue, as células também excretam, evacuam, tudo que é excretado pela célula vai para o sangue, com o passar do tempo nossa água vai ficando contaminada com os dejetos/toxinas excretados pela célula que advém dos alimentos e bebidas erradas que ingerimos, chega um momento que o corpo não consegue lidar com toda essa toxicidade e acaba entrando em colapso, onde ocorre a manifestação das doenças.

Agora pense bem, a água deste seu aquário, aqui representada pelo sangue, está contaminada, adianta alguma coisa darmos remédio? Adianta alguma coisa darmos vitaminas, minerais? Obvio que não, o remédio vai tratar, vai apenas mascarar os sintomas da doença manifestada, e o pior, vai intoxicar ainda mais o corpo, por que como já foi comentado superficialmente em outro tópico, um remédio é algo que não existe na natureza, são moléculas que o corpo não as reconhece, o remédio vai tratar a sintomatologia, mas por outro lado as células irão começar um processo de eliminação, contaminando ainda mais o sangue, gerando um efeito colateral, que vai se manifestar em outro órgão e assim por diante.

Desta forma, a primeira coisa que precisamos fazer para de fato curar alguma enfermidade, ou até mesmo promover a saúde adequada de um indivíduo é através de um processo de desintoxicação, conhecido como detox. Mas isso abordaremos em outro momento, senão acabamos fugindo um pouco do assunto abordado.

A água precisa de possuir cinco características para ter propriedades funcionais e de hidratação, são elas:

1. Pureza
2. pH
3. Redox (capacidade de ser Oxidante ou Antioxidante)
4. Condutibilidade
5. Tensão Superficial

1. PUREZA DA ÁGUA (Filtragem)

Infelizmente as águas estão contaminadas, com metais pesados, flúor, cloro, compostos orgânicos etc. Uma das características que a água precisa possuir é ser pura. Mas para conseguirmos eliminar estes elementos contaminantes entra o processo de filtragem da água, por isso é importante termos um filtro, seja de barro, seja de pressão, o que for, é importante possuirmos algum meio de filtrar, remover o máximo de impurezas e elementos tóxicos da água.

Muito cuidado com os filtros de barro, eles são muito bons, mas a vela de filtragem que acompanha o filtro quando comprado, é uma vela de filtragem comum, ela filtra apenas algumas partículas sólidas da água. Mas o cloro, que é tóxico ele não remove. Portanto procure sempre por uma vela de filtragem que seja declorante, que além de remover impurezas, removerá também o cloro da água. Verifique antes de comprar se a vela de filtragem possui ação declorante, ou seja, se ela remove o cloro da água.

Infelizmente além do cloro, existe na água o flúor, na forma de fluoreto nós não conseguimos eliminar com as filtragens mais conhecidas, a base de carvão ativado, e há muito tempo já se sabe, o flúor está relacionado a inúmeras doenças. Tanto que em todo mundo, apenas 3% utilizam água fluoretada, países culturalmente subdesenvolvidos, como é o caso aqui do Brasil. 97% dos países ao redor do mundo, países inteligentes, proibiram o uso de flúor na água, os que colocaram comprovaram que não reduz caries alguma e ainda causavam danos à saúde. Mas não fique triste, existe uma forma de eliminar o flúor e os demais halogêneos do organismo, será abordado posteriormente.

Existe um processo de filtragem chamado Osmose Reversa, muito cuidado, se você possui um filtro de Osmose Reversa, ou conheça alguém que tenha, descarte imediatamente, não faça uso dessa água, o processo de filtragem por Osmose Reversa, retira todos os minerais da água, todos, a água passa a ser uma água morta, ela perde sua condutibilidade, uma das principais funções da água no corpo é produzir estímulos. Além disso, quem faz uso de água tratada por Osmose Reversa, desenvolve a médio e longo prazo Osteoporose, pois como se trata de uma água morta, sem minerais, essa água que agora está no sangue retira os minerais dos ossos.

Embora seja extremamente danoso e um causador de doenças degenerativas, os filtros de osmose reversa continuam sendo vendidos, e o consumidor desavisado acaba levando para a casa um grande problema para toda família.

Em países como a Arábia Saudita, a água consumida vem do mar, lá eles utilizam o processo de osmose reversa, pois não se pode consumir água salgada, então por este processo de osmose reversa, todos os minerais, partículas sólidas são retiradas, porém, a água passa pôr um processo de enriquecimento dos minerais, ou seja, são postos todos os minerais existentes na água potável. Ai sim, neste caso é um processo muito diferente do que simplesmente realizar a filtragem por osmose reversa.

2. pH (POTENCIAL HIDROGENIÔNICO)

O pH é uma escala logarítmica que mede o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma determinada solução aquosa. A escala do pH varia de 0 a 14, sendo que o ph 7 é considerado o valor neutro, o pH 0 (zero) representa a acidez máxima e o pH 14 a alcalinidade máxima. As substâncias são consideradas ácidas quando o valor de pH está entre 0 e 7 e alcalinas (ou básicas) entre 7 e 14. A título de curiosidade segue abaixo algumas soluções e respectivos valores de pH:

Vinagre: 2,9
Refrigerantes: 2,5
Saliva Humana: 6,5 - 7,4
Água natural: 7
Água do mar: 8
Cloro: 12,5

Para manter o equilíbrio do pH é importante evitar alimentos com pH baixo (refrigerante, café, etc.) e consumir alimentos alcalinos como vegetais, frutas com pouco açúcar, etc. Isso já foi abordado detalhadamente em Bioquímica do Sangue - Alimentação Ácida e Alcalina. O valor normal do pH sanguíneo deve ser 7,45. Abaixo desse valor, a acidez do sangue torna-se um meio propício para os mais variados fungos, bactérias e vírus. Medições do pH da saliva de pacientes com câncer registraram valores entre 4,5 e 5,7.

Sempre que se faz ingestão de alguma bebida ou alimento que após metabolizado tenha um pH menor que o pH do sangue, o corpo gasta muita energia através de um processo de buffering, através de substâncias chamadas anfóteras, e esse mecanismo serve para equilibrar esse nível do pH para o mesmo pH sanguíneo. Esse gasto de energia é refletido muitas vezes através de cansaço crônico, a pessoa não tem disposição, vigor.

Entre os 40 e 45 anos de idade, já se tem conhecimento de que acontece uma queda de bicarbonato de sódio no corpo. O corpo perde a capacidade de produzir bicarbonato de sódio e consequentemente o corpo vai se acidificando. Por isso a importância de alcalinizarmos o sangue.

Sempre que ingerimos algum alimento ou bebida alcalino, como mecanismo de compensação o estomago produz ácido clorídrico, contudo, o estomago não consegue produzir ácido clorídrico sem que também seja gerado bicarbonato de sódio, ou seja, o ácido clorídrico produzido vai para o estômago, e o bicarbonato de sódio vai para o sangue, fazendo com que o mesmo seja alcalinizado e isso vai para a célula.

Acompanhe abaixo. Um copo de refrigerante por exemplo, para passar de um pH de 2,5 até um pH 7,5:

pH de 2,5 ->
pH de 3,5 = 10
pH de 4,5 = 100
pH de 5,5 = 1.000
pH de 6,5 = 10.000
pH de 7,5 = 100.000

Em resumo, o potencial Hidrogeniônico para passar de 2,5 para 7,5 aumenta em 100.000 (cem mil vezes), significa que a imunidade do corpo é baixada em cem mil vezes. Quando se toma um copo de refrigerante, só para neutralizar o estrago causado no sangue, seriam necessários se beber 32 copos de água. Tem pessoas que chegam a beber 1 litro de refrigerante por dia, geralmente estão acima do peso, tem fadiga crônica, adoecem com facilidade, estão vulneráveis a infecções.

3. REDOX (capacidade de ser Oxidante ou Antioxidante)

Uma característica pouco conhecida entre as pessoas, que a capacidade da água ser oxidante ou antioxidante. Quando o redox é positivo a água é oxidante, quando o redox é negativo ela é antioxidante. E a grande maioria das águas que ingerimos são oxidantes, e consequentemente elas fazem nosso corpo “enferrujar”, oxidar.

A água quando ela é ionizada ela passa a ser uma água antioxidante.

4. CONDUTIBILIDADE

A água precisa conduzir, ela precisa possuir minerais dissolvidos nela, e sem os minerais essa condutibilidade é prejudicada, e por isso, a água que passa por um processo de osmose reversa não faz bem.

As águas utilizadas para fazer refrigerantes são águas deionizadas, águas que passam por processos de osmose reversa e por isso agora é fácil entender o porquê do refrigerante ser tão agressivo e prejudicial para o organismo, além do pH ser muito baixo, em torno de 2.5, essa água sem os minerais agora irá roubar minerais do seu organismo. Como já foi aprendido acima, o pH é exponencial:

5. TENSÃO SUPERFICIAL

Por incrível que possa parecer, a água que se bebe em muitas vezes pode até causar desidratação, é isso mesmo, tem água que desidrata, por conta de sua tensão superficial.

Quanto maior for a tensão superficial da água mais dificuldade a água tem para fluir no corpo, quando ingerimos a água, chega um momento que ela chega nos vasos capilares, e em alguns vasos capilares a água precisa subir contra a gravidade, e quando uma água contém uma tensão superficial muito alta ela não consegue subir ao capilar. Uma das formas de diminuir a tensão superficial da água é ionizando a água.

A água é tão importante que existe no Japão um hospital que trata os pacientes seja com qual patologia for, apenas com água ionizada, comprovando assim a ação terapêutica da água.

Mas então, qual água beber, como promover uma melhora na saúde utilizando a água? Como escolher uma água que beneficie meu corpo e o torne resistente a doenças?

Para quem toma água engarrafada, a mineral, deve-se observar alguns aspectos:

A localidade de onde vem a água, pois quanto mais transporte a água precise ter até chegar até você pior é a água. Pois a água é transportada de caminhão, durante a viagem o sol esquenta o galão de água e este galão libera uma substância chamada xenoestrogeno, ela tem uma ação xenoestrogênica, com as mesmas ações do hormônio estrogênio, ou seja, uma pessoa bebe uma água contaminada com xenoestrógenos acaba engordando. O xenoestrógeno, vem do Estrogênio, que é um hormônio feminino, o Estrone (E1) que é altamente proliferativo, o câncer de mama, câncer de próstata é decorrente desse xenoestrógeno para se ter uma ideia. Esse xenoestrógeno entra nos receptores E1.

Todo plástico quando aquecido libera xenoestrógenos, aquele cafezinho no copinho de plástico, mesmo sem açúcar faz a pessoa engordar, e a causa está aí, pela liberação do xenoestrógeno. As pessoas que costumam levar garrafinhas pet e esquecem no carro, ou em algum ambiente com calor em excesso, o plástico da garrafa pet libera xenoestrógenos. Então, muito cuidado com o armazenamento da água.

Além disso, muitos comerciantes armazenam a água em área abertas, onde os galões de água ficam expostos ao sol, o consumidor desavisado acaba consumindo uma água totalmente contaminada por xenoestrógenos, e além disso pelo flúor e cloro.

E atenção para as mamães, que alimentam bebês com mamadeiras, troquem as mamadeiras plásticas por mamadeiras de vidro, como eram antigamente. O alimento quente em contato com a mamadeira libera o xenoestrógeno, e a mamãe desavisada já intoxica e contamina o filho desde pequeno.

As águas minerais mais caras são as piores, é só observar. Existe uma água vendida nos supermercados com pH 3, é praticamente um refrigerante tamanha é a acidez dessa água.