A história de kefir de água não é bem conhecido. É difícil afirmar com precisão em qual período da história da humanidade ele surgiu, por conta de poucos registros históricos registrados. Mas com toda certeza eles existem a muitos séculos.

De acordo com uma combinação de pesquisa e especulações, as suas origens mais prováveis apontam para o México, onde, em 1899, ML Lutz documentou a existência do kefir na água naturalmente saturados de açúcar do cacto Ountia (o figo da Índia).

Existe também uma história semelhante que o kefir de água teria suas origens no Tibete, quando os monges deram a Madre Teresa de Calcutá os grãos como um presente.O Kefir de água também tem sido utilizada nas proximidades de onde os grãos de kefir de leite originários surgiram, nas montanhas do Cáucaso. O Kefir água tem muitos nomes, entre eles, Tibicos, como também é conhecido.

Ele tem sido popular por muitos anos no México, usando Tibicos (kefir água) para fazer Tepache, que é uma bebida fermentada pelos grãos. Em outras culturas, a receita tradicional tem sido a de usar uma fatia de limão, uvas passas e um pouco de açúcar para fermentar os grãos. Kefir de uva também é popular, consiste simplemente em fermentar o suco de uva com o uso dos grãos do Kefir de água ou Kefir de leite.

Qualquer que seja a história, o interessante é que os grãos foram compartilhados ao redor do mundo, em inúmeros locais ao longo dos séculos. E somente agora está começando a ser conhecido e compreendido por um público mais vasto, como as pessoas que procuram por alternativas saudáveis, e por alimentos naturais. E essa é a história de kefir de água, embora um pouco curto e envolta em mistério.